• Alameda Jaú, 1754 - 08º e 09º | Jardim Paulista, São Paulo – SP - Telefone: + 55 (11) 3995-8160

Avaliação de desempenho: como utilizar no meu RH?

Avaliação de desempenho: como utilizar no meu RH?

Avaliação de desempenho: como utilizar no meu RH? 1024 540 Bluke

Todas as empresas deveriam adotar a estratégia de realizar uma boa avaliação de desempenho, para poder medir o verdadeiro potencial de seu time de colaboradores. Não é segredo algum que a produtividade de um negócio tem relação estreita com o engajamento dos funcionários e com a quantidade de talentos que possam contar.

Por conta disso, é muito importante que a empresa se valha de uma boa avaliação sobre a performance das equipes para conhecer bem o seu próprio terreno. E essa avaliação de desempenho é executada, na maioria das vezes, pelo setor de Recursos Humanos (RH).

Leia esse post para saber mais sobre o que é a avaliação de desempenho e como o setor de RH de sua empresa pode colocar ele em prática.

Conceito de avaliação de desempenho

A avaliação de desempenho é uma ferramenta de gestão de pessoas. Ela possui o objetivo de avaliar qual o nível de atuação de cada colaborador ou de um grupo deles, relacionando-os com o conjunto de funcionários da organização.

Ela consiste em um procedimento para analisar, diagnosticar e identificar o comportamento e a atuação (no sentido de entregas e comportamento) do trabalhador. Esse processo acontece em um período determinado por cada organização, considerando os seus conhecimentos sobre as atividades e projetos que ele desenvolve, qual o seu posicionamento como profissional, qual o relacionamento que mantém com os outros colaboradores, entre outros critérios importantes.

Por que é importante realizar a avaliação de desempenho dos funcionários?

Aquilo que for mensurado pela avaliação de desempenho pode auxiliar uma empresa de muitas formas. Isso inclui até a orientação de caminhos a serem seguidos durante as tomadas de decisões organizacionais.

Um exemplo do que pode ser feito com essa ferramenta é a avaliação se a colocação de um determinado colaborador está de acordo com a cultura (fit cultural), com a missão e com os valores da organização.

Se esta avaliação do profissional for positiva, ele poderá ser utilizado para propagar a cultura empresarial, orientando os outros funcionários, principalmente através de suas ações.

Caso o trabalhador avaliado demonstre que suas atitudes não estão de acordo com a cultura da organização, é preciso que a metodologia de trabalho seja revista, além do RH realizar o esforço para conseguir enquadrar o colaborador nos objetivos almejados.

Além disso, a avaliação de desempenho permite que se descubra novos talentos. Isso é positivo para seu aproveitamento, para o bem da empresa. Assim, o gestor de RH pode confirmar se as funções desses talentos estão bem distribuídas, ou se a opção do remanejamento de alguns trabalhadores não seria melhor para a produtividade.

Existem inúmeros benefícios com os quais as organizações podem usufruir através da avaliação de desempenho. Por exemplo, elas podem avaliar as perspectivas de carreira que os profissionais almejam e, por outro lado, o que ela está precisando. Isso ajuda na promoção do alinhamento entre resultados e metas a serem alcançados por todos.

Caso não haja aproximação, é muito provável que o relacionamento entre o trabalhador e a organização não irá render grandes resultados, pois não há convergência entre os objetivos.

Outro ponto importante é que o procedimento de avaliar o desempenho dos funcionários, baseado em precisão e seriedade, deixa de fora as deduções precipitadas que possam haver sobre o comportamento dos colaboradores. São transformados em dados precisos toda a avaliação realizada sem o perigo de serem cometidas medidas ineficazes e injustiças. Por isso, o feedback precisa ser baseado nos comportamentos observáveis, reduzindo assim, a subjetividade durante a avaliação.

Quem aplica a avaliação de desempenho e o que considerar?

A avaliação de desempenho pode ser realizada pelo gestor da empresa, utilizando uma metodologia específica, ou pelo setor de RH. Estes têm ampla experiência no assunto, pois conhecem vários tipos de métodos de avaliação. Além disso, o RH é um setor que tem exatamente esta finalidade em uma empresa: a promoção da melhor integração entre os gestores e os colaboradores, e entre os próprios funcionários.

Independente de quem realize, é preciso acompanhar muito de perto os resultados da avaliação de desempenho. Para que ela seja feita, é importante não esquecer de aspectos como:

  • A análise diária do comportamento dos colaboradores (fracassos, progressos, sucessos, limitações, etc.), ofertando feedbacks constantes;
  • Identificar problemas imediatamente, procurando manter a motivação das equipes e a resolução de conflitos;
  • Efetuar entrevistas formais periodicamente.

É importantíssimo definir de um período para realizar a avaliação de desempenho, para que se possa estimular os colaboradores a manter o ritmo da produtividade, garantindo um maior controle da organização. Isso permite que as tomadas de decisões sejam em tempo hábil, conforme os eventos evoluem. Fazer a avaliação a cada semestre pode ser uma boa alternativa.

Tipos de avaliação de desempenho

Há diversos tipos de avaliação de desempenho. Entre eles estão:

  • Avaliação de desempenho 180º;
  • Balanced Scorecard;
  • Avaliação de desempenho 360º;
  • Padrões de desempenho;
  • Por competências;
  • Avaliação por objetivos ou resultados;
  • Autoavaliação;
  • Relatório de performance;
  • Avaliação de potencial;
  • Comparação de pares;
  • Escalas gráficas de classificação;
  • Incidentes críticos;
  • Distribuição e escolha forçada;
  • Pesquisa de campo.

Como efetuar o processo de avaliação de desempenho?

Para realizar um processo de avaliação de desempenho correto é necessário seguir algumas fases:

1. Definição da metodologia: escolha de qual tipo de avaliação de desempenho se adequa aos objetivos da empresa;

2. Ao aplicar a avaliação por competências, é preciso escolher quais delas devem ser encaradas como mais relevantes para a empresa;

3. Definição da periodicidade para a realização da avaliação de desempenho (anual, semestral, trimestral, bimestral, mensal etc.);

4. Faça a avaliação usando critérios de pontuação que foram definidos pela organização;

5. Documente todas as avaliações;

6. Faça o planejamento de melhorias para a correção de falhas e bonificação dos melhores colaboradores.

Automação-em-ambientes-corporativos-e-seus-desafios-para-RH - BannerPowered by Rock Convert