• Alameda Jaú, 1754 - 08º e 09º | Jardim Paulista, São Paulo – SP - Telefone: + 55 (11) 3995-8160

Auditoria contábil: qual o seu objetivo nas organizações?

Auditoria contábil: qual o seu objetivo nas organizações?

Auditoria contábil: qual o seu objetivo nas organizações? 1309 873 Bluke

Manter o controle sobre o setor financeiro de qualquer empresa é essencial para conseguir alcançar bons resultados. Registros contábeis trazem transparência em relação às informações financeiras do negócio, possibilitando identificar falhas no sistema financeiro e no controle interno, auxiliando, assim, na formulação de estratégias mais focadas e assertivas para melhores rendimentos.

Para isso, as empresas precisam colocar em prática nas suas rotinas uma excelente auditoria contábil.

Tal necessidade é válida para empresas de todos os portes e setores, sem exceção. Para os menores negócios, uma vez que, mesmo sendo uma empresa de pequeno porte, o controle financeiro e o cumprimento legal também são necessários para que tudo siga corretamente.

O que faz uma auditoria contábil?

A auditoria contábil tem como principal objetivo verificar a transparência das informações contábeis, financeiras e econômicas de uma empresa, de modo a garantir que os números e informações divulgados para os mais variados interessados. Ou seja, investidores, acionistas, bancos, fornecedores, clientes, etc.

A intenção da auditoria não é denunciar os erros da empresa e apontar os culpados de maneira punitiva, mas sim, atuar como uma atitude preventiva, orientando e verificando se as determinações anteriores estão sendo cumpridas. Dessa forma, evita-se a ocorrência de:

  • Novos erros contábeis e financeiros;
  • Fraudes;
  • Desvios;
  • Desmandos administrativos.

Por isso, afirmamos que a auditoria contábil tem como principal objetivo dar credibilidade à informação contábil e proteger o investidor gerando. A análise não fica restrita aos aspectos contábil e financeiro, tendo como foco também processos administrativos, fiscais, técnicos e éticos.

Após toda a validação, gestores podem diagnosticar os problemas de gestão contábil, suas consequências e o que fazer para corrigi-los.

Entre os exemplos do que pode ser auditado na rotina contábil, citamos: os resultados do exercício, o balanço patrimonial e a demonstração do fluxo de caixa, além de outros processos internos. Vale reforçar que, de acordo com o Decreto de Lei Nº 9.295/46 de maio de 1946, só pode realizar a auditoria contábil e profissão de contabilidade devidamente registrado. Ou seja, que possua CRC válido.

A auditoria contábil também é muito importante para ONGS e empresas do setor público, cuja transparência se faz ainda mais essencial.

De modo geral, tanto para empresas privadas como no setor público, a falta de uma auditoria contábil causa dúvidas em relação às responsabilidades fiscais e sociais das mesmas para com seus stakeholders.

Na prática, isso significa que a área de auditoria contábil deve averiguar:

  • Integridade e autenticidade da documentação, implicando força comprobatória;
  • Cumprimento de todas as condições normatizadas, legais e regulamentares para com as receitas, despesas e obrigações;
  • Classificação contábil dos fatos orçamentários, financeiros e patrimoniais;
  • Exatidão dos lançamentos contábeis e da sua correta transcrição nos livros e registros aprovados;
  • Balancetes, balanços, demonstrativos e relatórios, as peças orçamentárias, financeiras e situação patrimonial;
  • Existência de bens, numerários e valores, dentre outras atribuições.

Como resultado do trabalho da auditoria contábil, pode-se concluir que os processos atuais estão adequados e corretos, ou pode identificar erros, ou fraudes ou outras inconsistências.

Dê mais fôlego para o seu time de RH. Conheça o nosso BPO especializado em contabilidadePowered by Rock Convert

Nos resultados positivos, os apontamentos do documento de auditoria visam contribuir para a manutenção das melhores práticas. Já quando um problema é detectado, as ações são propostas de acordo com o tipo de problema e conforme sua gravidade.

Erros são diferentes das fraudes e geram recomendações também distintas. São exemplos de fraudes:

  • Manipulação, falsificação ou alteração de registros, ou documentos;
  • Apropriação indébita de ativos;
  • Supressão ou omissão de transações nos registros contábeis;
  • Registro de transações sem comprovação;
  • Aplicação de práticas contábeis indevidas.

Já os erros, podem ser:

  • Aritméticos na escrituração contábil ou demonstrações contábeis;
  • Aplicação incorreta das práticas contábeis;
  • inconsistente interpretação das normas e legislação aplicável nas circunstâncias.

Quem pode realizar a auditoria contábil?

Quem realiza a auditoria contábil é o profissional auditor, que deve ter formação em Ciências Contábeis e contar com registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC) para exercer a função.

Somente profissionais com essa expertise poderão realizar os relatórios, rever procedimentos de controle interno e de negociação. Além disso, deve estar atualizado em relação às normas nacionais e internacionais para que não haja erros no processo de auditoria.

Esse profissional vai elaborar um verdadeiro planejamento para a execução de sua auditoria, realizando pesquisa ambiental, cronograma de ações, teste de controle até o seu parecer final que será usado como análise.

Apesar de ser papel do auditor realizar esse trabalho, é de suma importância que o empreendedor acompanhe de perto, disponibilizando todos os dados solicitados pelo profissional auditor.

Caso a empresa terceirize a sua contabilidade, o fornecedor também pode auxiliar nessa etapa informativa, porém, a análise das informações é papel somente do auditor, que deve agir com total independência e imparcialidade, clareza e objetividade, seguindo como base as normas nacionais e internacionais de contabilidade.

Benefícios de uma auditoria contábil

Ao colocar em prática periodicamente, auditorias contábeis, a empresa passa a mais controle de tudo o que cerca sua contabilidade e finanças, fiscalizando a eficiência dos controles internos do negócio. Em decorrência, pode garantir que os registros contábeis sejam fiéis à realidade da empresa.

Com isso, sócios e acionistas também passam a ter informações mais detalhadas e concretas sobre a real situação econômica da empresa, de modo a uma melhor tomada de decisão. O processo de auditoria dificulta ainda possíveis desvios de bens patrimoniais.

Outro benefício da auditoria contábil é conseguir adequar a sua empresa em relação aos processos contábeis aos padrões internacionais, o que aumenta a credibilidade junto a stakeholders importantes.

Isso porque, ao realizar uma auditoria, a empresa conquista um selo de qualidade que a destaca perante os seus parceiros e possíveis investidores, que olham para a sua empresa como uma organização séria, correta e transparente com as partes interessadas.

A Bluke somente utiliza cookies essenciais a navegabilidade do site, para melhorar a sua experiência com nossos canais e serviços, inexistindo quaisquer coletas de dados adicionais. Ao utilizar nossos serviços e canais, você concorda com a coleta exposta. Para saber mais informações confira nossa Política de Privacidade.